O ritmo de ouvintes de podcast no Brasil cresce de maneira acelerada. Com isso, fica cada vez mais interessante explorar os diferentes tipos de podcast.

Nós gostamos de chamar de tipos de podcast, mas você também pode chamar de formatos.

O importante é entender que existem diferentes estruturas para o seu podcast, e cada uma se adequa melhor a um objetivo, audiência, ou negócio.

Hoje, vamos explorar um pouco mais sobre 7 tipos de podcast para você usar na sua estratégia de marketing. Cada um tem suas vantagens, necessidades, e desafios.

Mas antes, um pouco mais de contexto sobre a sua escolha.

Como escolher o tipo de podcast ideal

Na hora de planejar o seu podcast, você precisa levar em consideração alguns pontos importantes para escolher o tipo de podcast ideal.

Para mim, o primeiro deles é estrutura. Você consegue gravar 2 pessoas ao mesmo tempo em alta qualidade? A sala é espaçosa? Você consegue encontrar convidados com frequência?

Um dos principais pontos para o sucesso do seu podcast é manter a frequência. Lançar um episódio incrível e sumir por meses não vai te levar ao topo do iTunes.

Além disso, conhecer a sua audiência é super importante. Se o seu negócio foca em jovens que ouvem podcasts enquanto vão para a aula, talvez focar em episódios mais longos (45-60 min) possa ser uma boa ideia.

Agora, se você fala sobre esportes e criou um podcast para as pessoas ouvirem enquanto correm, talvez seja melhor ficar abaixo de 30 minutos.

Agora sim, vamos entender melhor cada tipo de podcast!

1. Entrevista

Entrevista é um clássico dentro das estratégias de áudio marketing.

Geralmente um entrevistador conversa com alguém relevante dentro de um mercado. Esse é um estilo que vem direto dos programas de entrevista da TV, como o Programa do Jô, e também antigos programas de rádio.

Para esse formato, é super importante ter acesso a convidados de qualidade – e com frequência.

Como falei, não adianta ter um episódio incrível e sumir por 2 meses. A sua audiência não vai ficar esperando!

Hoje é possível gravar episódios à distância com muita qualidade, o que facilita muito o acesso a diferentes convidados.

Se você quer criar associação de marca e conversar com os melhores profissionais do mercado, essa é uma boa opção!

Sugestão: Papo na Nuvem, da Zoop.

2. Discussão/bate-papo

Eu gosto muito de podcasts que são um bate-papo. Duas (ou mais) pessoas discutindo sobre um tema e trazendo diferentes pontos de vista é uma excelente maneira de expandir suas ideias.

Além disso, é um tipo de podcast dinâmico e interativo.

Você pode colocar inserções de outras pessoas comentando, áudios dos seus ouvintes, ou até conversar com eles ao vivo!

Minha sugestão de podcast aqui é o famoso Mamilos.

3. Programa

Um programa é um podcast baseado em programas de rádio. Ou seja, ele tem uma estrutura clara, quadros, e pode até mesmo tocar música entre eles.

Apesar de ser possível manter a dinâmica de um podcast, esse tipo se parece muito mais com um programa de rádio, apesar de poder ter a frequência e estar nas plataformas de podcast.

Provavelmente é onde existe a maior oportunidade de inovação, já que muitos podcasters tentam fugir ao máximo da comparação com programas de rádio.

Um que eu acompanhava e gostava muito eram os programas da Rádio Layback.

4. Informativo/Jornalístico

Outra característica do rádio é ser informativo. Jornalistas passam notícias em tempo real sobre acontecimentos do dia a dia.

Atualmente, podcasts também passaram a ser fonte de notícias e atualizações sobre o dia a dia. Querendo ou não, eles são efêmeros na maioria dos casos. O Mamilos é um bom exemplo de um podcast mais estilo bate-papo que informa.

Mas o formato que eu mais gosto é do Land of The Giants, onde o jornalista Jason Del Rey explora os efeitos dos 5 gigantes da tecnologia na sociedade atual (Amazon, Facebook, Apple, Google, e Netflix).

5. Histórias

Engraçado como histórias se adaptam a praticamente qualquer formato de mídia. Seja através de livros ou podcasts, é sempre bom contar uma boa história!

Existem algumas variações bem interessantes quando falamos de tipos de podcast aqui. Desde crimes recontados, até ficção e a leitura de livros em podcasts (meio que um audiobook porém com comentários do narrador e eventuais devaneios).

Provavelmente as histórias mais famosas no mundo dos podcasts são as de horror e suspense.

Legal dar uma conferida no Old School Horror Podcast.

6. Meditação

Tenho testado muito meditar nos últimos tempos. E apesar de não gostar muito da meditação guiada, encontrei alguns podcasts de mindfulness que me ajudaram bastante.

Obviamente, eles possuem algumas meditações guiadas, mas muitos dão dicas sobre como integrar a meditação no seu dia a dia, e tirar mais da experiência.

Achei bem interessante!

Pode ser uma boa alternativa para conversar com uma audiência que acorda muito cedo (tipo o 5 A.M club) ou que saem muito cedo para trabalhar. Ou que simplesmente gostam de meditar.

Recomendo o The Daily Meditation Podcast.

7. Educacional

Fechando a nossa lista estão os podcasts educacionais!

O grande diferencial desse tipo de podcast é que eles focam em ensinar algo. Sim, a ideia é ser didático tipo escola mesmo.

No mundo da tecnologia isso é muito comum. Programadores se juntam para explorar os aspectos técnicos – ou seja, ensinar – de uma determinada linguagem ou tirar dúvidas comuns sobre como criar aplicações.

É uma opção bem legal para instituição de ensino, e até mesmo uma oportunidade de misturar diferentes tipos de podcast. Ex: uma entrevista que tem como objetivo ensinar sobre um tema.

Aqui, gosto bastante do Learn to Code With Me.

Notas finais

Sem dúvida existe um mundo de possibilidades para quem deseja investir em podcasts como parte da sua estratégia de marketing. Os diferentes tipos de podcast permitem muita inovação, e ajudam a adequar a sua mensagem para cada tipo de audiência.

Listei 7 principais formatos de podcast para você explorar e tirar o seu do chão!

Descubra também as melhores formas de você monetizar e ganhar dinheiro com o seu podcast.

Quer saber mais sobre podcasts e como eles podem fazer parte da sua estratégia de marketing? Se inscreva na nossa newsletter. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *