dados de consumo de áudio digital

Consumo de áudio digital: principais dados de 2022

As plataformas de áudio digital já fazem parte do nosso dia a dia.

E o atual cenário da pandemia foi um dos responsáveis pelo aumento de consumo desse tipo de conteúdo.

Hoje, as plataformas de áudio vivem uma grande expansão.

Se antes as pessoas ouviam ocasionalmente, atualmente elas já fazem parte de diversos momentos das nossas vidas.

Recentemente, o Spotify, em parceria com a IPG Mediabrands, divulgou um estudo com os dados de consumo de áudio digital. 

Através dos resultados dessa pesquisa, observamos que o áudio digital oferece grandes oportunidades. Sobretudo para as empresas que buscam expandir as suas estratégias com foco em impactar uma audiência ativa e altamente qualificada.

Por isso, e você quer conhecer um pouco mais sobre os dados de áudio digital e como isso pode impactar na sua estratégia de marca, não deixe de conferir o nosso conteúdo.

Vamos lá!

O áudio digital já faz parte do nosso dia a dia

Já falamos antes sobre como o áudio digital, mais especificamente o podcast, faz parte do dia a dia das pessoas

E o estudo realizado pelo Spotify comprova a tese, mostrando que 98% das pessoas que consomem uma plataforma de áudio realizam outra atividade ao mesmo tempo.

Além disso, essa porcentagem se mantém em alta praticamente durante o dia todo, sem grandes alterações.

Ou seja, as pessoas que consomem áudio adotaram esse tipo de conteúdo como um grande companheiro, seja enquanto realiza atividades em casa, estuda, trabalha, ou em momentos de lazer.

Diferentemente das plataformas de vídeo, onde a pessoa precisa voltar sua atenção 100% no momento de consumo, com o áudio ela não fica presa. 

Por isso, quando você produz conteúdo em áudio, a possibilidade de fazer parte do dia a dia do seu consumidor é muito mais alta do que com qualquer outro formato.

Como a pandemia impactou o consumo de áudio digital

Com a pandemia, a população do mundo inteiro precisou se isolar em casa para realizar o distanciamento social. E esse isolamento impulsionou o consumo de áudio digital.

De acordo com a pesquisa, o consumo de áudio aumentou em 60% durante a pandemia.

E não foi só a música que teve um aumento. Os podcasts também sofreram um grande impacto positivo:

Dados sobre hábito de consumo de áudio digital
Hábitos de consumo de áudio digital

Ou seja, o consumo de áudio é expressivo em todas as faixas etárias, sobretudo entre os Millenials, Geração Z e Geração X.

Dessa forma, se você deseja aumentar a sua relevância no meio digital, tem a possibilidade de se conectar diretamente com o público mais propenso a consumir o seu tipo conteúdo ou negócio.

Por que as pessoas consomem cada vez mais áudio digital?

O conteúdo em áudio digital tem sido um grande refúgio contra a famosa tela azul, oriunda de televisores, computadores, tablets e celulares.

Dos entrevistados, 71% afirmam estar com fadiga desse tipo de tela. Dessa forma, a fuga tem sido os áudios.

Além disso, um total de 82% das pessoas que fizeram parte do estudo confirmaram que a fadiga visual tem sido um dos principais motivos por procurarem o consumo em áudio digital.

Mais áudio, menos estresse

A pesquisa ainda mostra que o consumo de música e podcast também representa um novo comportamento para os consumidores, que utilizam o áudio digital para se desestressar.

E em relação a forma como as pessoas consomem, a pesquisa descobriu que:

  • 50% consomem áudio digital para se desestressar (os consumidores brasileiros estão à frente dos norte-americanos, que representam apenas 33%);
  • 19% estão tentando aumentar o consumo de áudio digital;
  • 15% utilizam o áudio digital para dar uma pausa na tela.

Ou seja, essa mudança de comportamento é uma excelente oportunidade para você produzir um conteúdo relevante em áudio e estar à frente dessa nova forma de consumo.

Podcast: a grande oportunidade da vez

Que os jovens e adultos estão cada vez mais mudando os seus hábitos de consumo com o digital você já deve saber.

Se antes as pessoas tinham um elo emocional com os apresentadores de rádio e televisão, hoje os hosts de shows ocupam esse local.

Entre os ouvintes de shows, 63% sentem uma ligação mais emocional com os hosts dos programas, enquanto somente 39% sentem o mesmo pelos apresentadores de televisão.

E por que esse dado é tão relevante para quem pretende aproveitar esse espaço para ter resultados publicitários expressivos?

Assim como os entrevistados possuem esse vínculo com um host ou podcaster, 86% dos ouvintes estão mais abertos a consumir anúncios em podcast, em relação a programas de televisão.

Ou seja, se você busca novos formatos para divulgar um produto ou serviço, os programas de podcasts podem ser um excelente caminho para você fugir de anúncios que interrompem a experiência do consumidor.

Se você deseja potencializar a sua estratégia de marketing, não pode deixar de levar em conta a relevância dos podcasts.

Notas finais

O consumo de áudio digital já faz parte do dia a dia das pessoas e oferece uma grande oportunidade para produtores de conteúdo e marcas que desejam ter uma maior presença e relevância no ambiente digital.

Além do consumo de áudio ser uma forma das pessoas descansarem das telas, ele está presente em todos os momentos. E as pessoas consomem esses conteúdos enquanto fazem outras atividades do dia a dia.

Por isso, você pode embarcar nessa nova tendência e fazer a sua marca ou negócio se destacar em um ambiente que ainda é pouco competitivo entre a concorrência, diferentemente dos conteúdos em vídeo, imagens e textos. 

Nossa dica é a criação de conteúdo no formato de podcast para agregar valor à sua marca

Quer receber mais conteúdos como esse e ficar por dentro de todas as novidades relacionadas a podcast? Não deixe de acompanhar o blog da Feedgurus.

3 thoughts on “Consumo de áudio digital: principais dados de 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.