fbpx
Como ser data-driven com podcasts?

Como ser data-driven com podcasts?

Quando falamos de estratégia de performance e growth, é impossível ignorar a importância de entender e saber manipular dados. Portanto, assim como qualquer estratégia de marketing, é importante entender como ser data-driven com podcasts.

Já dizia o ditado: “em Deus eu confio, para todo o resto, mostre-me dados”.

Estratégias data-driven utilizam ao máximo todas as possibilidades que os dados certos têm a oferecer. 

Nesse esquema cíclico, os dados apontam diversas ações que podem ser tomadas e essas ações, por sua vez, se transformam em novos dados e informações.

Para que você consiga crescer podcast com dados e apresentar um conteúdo de alta qualidade, traremos neste texto:

  • O que é data-driven;
  • A importância de ser orientado por dados;
  • Como ser data-driven com marketing;
  • Como ser data-driven com podcast.

Boa leitura!

O que é data-driven

Muito se fala sobre a cultura data-driven, mas poucos entendem de fato como aplicar isso na prática ou o real significado disso,

No sentido mais literal, data-driven significa orientado (ou direcionado) por dados. 

Em negócios, isso quer dizer que uma empresa ou marca utiliza informações fornecidas ou analisadas a partir da coleta de dados para tomar decisões e escolher suas próximas estratégias.

Se a cultura da empresa realmente envolver a orientação por dados, todos os profissionais em todas as áreas terão acesso a diferentes dados e informações para que possam analisar e atuar sobre eles.

Mas, afinal, por que faz sentido para diferentes negócios ser data-driven?

A importância de ser orientado por dados

Ter segurança nas suas tomadas de decisão é o principal motivo para adotar uma estratégia orientada por dados.

Isso significa tomar as rédeas do futuro do seu negócio. Ou seja, pautar suas decisões em análises baseadas em informações concretas, sem arriscar ou se basear em suas próprias impressões.

Dito isso, o marketing é uma das áreas que mais tira proveito da orientação por dados e, como ele se aproxima de estratégias para crescer podcast com dados, vale a pena tocar no assunto.

Como ser data-driven com marketing

Ser orientado por dados na área de marketing envolve utilizar essas estratégias dentro das decisões mercadológicas, tanto em relação a vendas, quanto awareness.

Como uma ênfase na captação de dados é exatamente entender as práticas de consumo e o comportamento dos clientes, pode ser muito vantajoso para o marketing se aproveitar dela.

Obtendo os dados corretos, é muito maior a chance de desenvolver estratégias que atinjam os resultados esperados, além de ser possível ficar sempre um passo à frente das principais tendências.

Dados são sua chance de saber muito mais sobre seu público e quais as necessidades e aflições dele.

Como podcast e marketing de conteúdo muitas vezes andam juntos, data-driven é uma possibilidade para ambos. 

Ou seja, em vez de chutar as estratégias que vai adotar, dados para podcast podem ser o grande diferencial para que o seu show possa caminhar na direção do sucesso.

Como ser data-driven com podcasts

Analisar dados de podcast pode ser a chave para muitas das dúvidas que você pode ter em relação a seu show.

Você pode encontrar orientações para escolher temas para os seus episódios ou para elaborar uma nova temporada de podcast.

Mas crescer podcast com dados começa com as fontes apropriadas.

Fontes de dados para podcast

Você pode (e deve) contar com diferentes fontes de dados para ser data-driven com podcasts.

E, por mais que existam algumas fontes complexas que incluem machine learning, IA e big data, você não necessariamente precisa de tudo isso.

A primeira fonte que você pode utilizar é a de dados internos, ou seja, número de views, informações sobre a audiência, plataformas pelas quais seu show é escutado, etc.

Você também deve vasculhar os rastros do seu público e os dados de sua concorrência.

Por isso, use e abuse do universo online. Aproveite as análises e informações que o Google Analytics pode oferecer; os dados de redes sociais, como Facebook e Instagram Insights; os dados dos consumidores, como CRM e os dados do mercado como um todo.

O mais importante é que você não fique focado em apenas uma fonte, mas combine os dados advindos tanto de fontes internas, quanto externas e das mais variadas plataformas.

Quais os principais dados para podcast

Quando se trata de dados para podcast, existem algumas principais métricas que são recorrentes para os criadores deste tipo de conteúdo.

Elas auxiliam a observação e análise do seu show para que você possa crescer seu podcast com dados.

Separamos aqui alguns dados que vale a pena você ficar de olho:

  • Followers e Tamanho Estimado da Audiência
  • Total de Plays
  • Estimated audience size
  • Retenção
  • Average Listen Time
  • Melhores episódios
  • Tags e keywords

Sabendo quais são os principais dados para podcast, vale a pena entender o que você pode alcançar ao analisar dados de podcast.

Analisando os dados para podcast

Os dados corretos para seu podcast são aqueles que trarão informações que podem gerar orientações de possíveis caminhos.

Se seu objetivo é ser data-driven com podcast, cada nova estratégia que você traças para seu show deve ser embasada nos dados que você coletou.

Analisar dados de podcast fará com que seja muito mais simples você:

  • Segmente seu público corretamente: você pode criar diferentes conteúdos para divulgar seu podcast e encontrar os canais certos para cada perfil.
  • Entender o que mais funciona: as informações que você analisar podem orientar quais os conteúdos mais engajantes para seu público e como você pode continuar a crescer.
  • Melhores resultados: os dados para podcast também indicam quais os episódios que trouxeram os resultados desejados, quais temáticas, quais abordagens e tempo de episódio, servindo como referência para o futuro do show.
  • Fazer testes com o público: fica muito mais simples de realizar comparações e testes A/B (alterando uma variável) para entender como aprimorar ainda mais seu show e entender os resultados obtidos com determinado convidado ou tema.
  • Personalizar seus conteúdos e divulgações: conforme sua base de dados aumenta, melhor você entende quem forma sua audiência e pode criar conteúdos mais bem definidos e alcançar pessoas que mais tem a ver com o que você apresenta.
  • Melhorar a experiência do ouvinte: estar informado sobre a relação que seu público desenvolve com seu podcast é a chave para, cada vez mais, gerar uma experiência marcante e engajante.

Vale a pena conferir nosso texto sobre como analisar a performance do seu podcast

Notas finais

Ser data-driven com podcasts atualmente é uma necessidade para os shows. Isso porque é uma estratégia extremamente útil de tomada de decisões embasadas em dados que potencializa os conteúdos.

Crescer podcast com dados é uma iniciativa que envolve coletar as informações e analisar todas elas de maneira que orientem os melhores resultados.

E não é difícil saber como ser data-driven com podcasts na era digital, é uma possibilidade para shows produzidos por grandes empresas e por criadores mais amadores. Você já utiliza dados para alavancar seu podcast? Tire suas dúvidas e compartilhe sua experiência nos comentários. E fique por dentro das novidades da Feedgurus pelo nosso Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *