Segundo o Spotify, o Brasil tem o segundo maior público consumidor de podcasts do mundo, e a probabilidade de você e outros empreendedores estarem pensando em criar um podcast para suas startups é bem grande.

Tenho certeza que você acompanha pelo menos uma dezena de podcasts de outras startups que agregam muito valor para você. Agora, é a hora de pensar em como tirar o seu podcast do chão.

Hoje, vamos te mostrar como podcasts podem ser estratégicos para a sua startup e fazer parte dos esforços de marketing, branding e até vendas!

Vamos lá?

Podcast ainda não é um canal saturado

Vamos encarar a verdade: tudo que brilha no marketing uma hora se satura.

Para a nossa sorte, podcasts estão longe de ser um canal saturado. Existem mais de 600 milhões de blogs e mais de 31 milhões de canais no Youtube, mas apenas cerca de 1.1 milhão de podcasts indexados pelo Spotify.

A The Infinite Dial 2019 estima que 40% das pessoas com acesso à internet já tenham tido contato com podcasts.

Essa é uma excelente oportunidade para sua startup ser pioneira e começar a explorar esse canal!

Fonte de leads qualificados

Sim, pode não parecer de primeira, mas podcasts são uma excelente fonte de leads qualificadas para startups.

Ter alguém ouvindo tudo o que você está falando, sem pausas, por 45 minutos, é uma excelente maneira de criar conexões.

Logo, você acabou de quebrar a primeira barreira – e a mais difícil – na grande maioria dos canais: a impessoalidade.

A partir daí, você tem um caminho claro para transformar ouvintes em leads.

Sim, é verdade que existe um desafio maior em levar um ouvinte para tomar uma ação em outro canal. Estratégias de cross-channel são sempre complexas, mas existem algumas maneiras de facilitar isso.

Você pode criar um site ou landing page exclusivo para o seu podcast, e inserir CTAs na abertura e fechamento.

Ou criar promoções e conteúdos exclusivos para os seus ouvintes, convidando-os a se inscrever na sua newsletter para ter acesso.

Existem muitas oportunidades, principalmente para quem quer inovar! Sugiro o nosso Ebook sobre Como Gerar Leads com Podcasts para aprender mais sobre técnicas avançadas. 🙂

Facilidade de produção e lançamento

A simplicidade de começar um podcast agora é realmente incrível. Com o seu fone do celular, um software de gravação e ideias você tira o seu show do chão.

Se quiser dar um passo além, um microfone USB e os mesmos fones de ouvido vão te entregar áudio com qualidade que os grandes estúdios de música dos anos 80 ficariam com inveja.

Além disso, plataformas como o Anchor.fm permitem que você publique e promova os seus shows facilmente.

Aqui, sugiro dar uma olhada no nosso ebook sobre Como Gravar Podcasts Remotamente para saber tudo sobre como gravar seus episódios.

Oportunidade de se posicionar como especialista

Criar conteúdo de valor para a sua audiência é o diferencial que mudou a maneira de fazer marketing nos últimos anos.

Saímos das marcas impondo publicidade, chegamos à Era do Conteúdo, e estamos evoluindo para a Era dos Creators.

Todos nós (pessoas e marcas) seremos criadores. Seja um Youtube, ou uma grande cervejeira. Obviamente, tudo vai depender de qual canal você escolher dominar.

As características nativas de podcasts trazem uma grande oportunidade para sua startup se posicionar como uma especialista, educar o mercado, e criar relacionamentos com a sua audiência.

Com tanto ruído nos canais de marketing atualmente, aqui existe uma grande oportunidade de vencer esse ruído e cultivar a sua audiência.

Notas finais

Os podcasts para startups são uma realidade.

É um canal extremamente estratégico que ainda está dando os primeiros passos no Brasil. Mas apenas do lado de quem produz podcasts.

Existe uma audiência ativa e sedenta por conteúdo que está apenas esperando o show da sua startup!

É uma excelente oportunidade de gerar leads e ganhar relevância com seus futuros clientes.

Agora é com você: o quê você pensa sobre podcasts para startups?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *